quarta-feira, 4 de setembro de 2013

Continue Tua Jornada

Caminhas errante
Sem mapa ou plano
Peito arfante
Guiado pelo engano.

De terras distantes
Pela ilusão, tentado.
Buscas, incessante,
Algo sonhado.

As forças, esgotadas
O corpo exaurido.
A razão, de clamar, cansada
Pelo tempo que foi perdido.

Agora, que a lucidez, 
Em ti, se faz presente
Quem sabe não é a vez
De mostrares, coerente?

Aproveite a vida, 
Que oportunidade te foi dada.
Aproveite a experiência adquirida
E continue a tua jornada



Amir Sahid
Postar um comentário